Capa / Fique por Dentro / AIFO na EXPO Milão 2015
aifo expo milão 2015

AIFO na EXPO Milão 2015

07 de julho, 18.00 horas Pavilhão 8 – KIP
Community Welfare
A experiência da AIFO na proteção da saúde mental na China, projeto cofinaciado pela União Europeia, em colaboração com PUIMH, CoPerSaMM, Aid and Service/SoliS. A iniciativa estrutura serviços de saúde mental de comunidades e um programa para a inclusão sociolaboral das pessoas com problemas de saúde mental.

08 de setembro, 14.00 horas Pavilhão 8 – KIP
Desenvolvimento, coesão e liberdade
Apresenta-se a experiência do programa de RBC, em particular a organização por parte da AIFO da rede de Grupos de Autoajuda para pessoas com deficiência e com problemas de saúde mental na Mongólia.

10 de setembro, 16.00 horas Pavilhão 8 – KIP
A África ensina
Trata-se do problema da mortalidade materna e da subnutrição infantil e de como a AIFO organizou, na Guiné-Bissau, Grupos de Autoajuda para a implementação de atividades económicas geradoras de rendimento, e de um sistema de alerta comunitário para a prevenção e a identificação de casos de violência contra as mulheres.

 

AIFO – OS RESULTADOS
• Centenas de voluntários por um mundo de justiça e de paz.
• Mais de 1 milhão de pessoas curadas da hanseníase.
• Milhares de pessoas com deficiência que agora olham para o futuro com confiança.
• Centenas de comunidades de crianças a quem foi restituída a infância.
• Mais de 120 milhões de euros investidos em projetos de desenvolvimento.

A AIFO EM NÚMEROS
• Cerca de 5 milhões de euros por ano destinados a projetos de desenvolvimento.
• Quem nos financia: 80% doações privadas, 20% instituições financeiras.

HANSENÍASE
Para erradicar a hanseníase e favorecer a reinserção social daqueles que a venceram. Vários milhões de pessoas são afetadas pela doença, hoje completamente curável. A hanseníase está difundida pelos pobres dos países menos desenvolvidos, pelos que têm maior dificuldade de acesso à cura.
A AIFO para os doentes com hanseníase:
• identifica os casos escondidos
• cura e reabilita os doentes
• realiza ações de reinserção social • combate a discriminação
• forma o pessoal local.

INFÂNCIA
Para construir a civilização do amor.
As crianças são, em contextos de privação socioeconómica grave, as mais expostas aos maus tratos e à violência. Milhões de crianças são obrigadas a trabalhar em condições de escravidão ou a prostituírem-se. Nos bairros degradados das grandes cidades do sul do mundo milhares de crianças vivem uma existência precária de abandono e pobreza. Para elas a AIFO lançou o programa “Restituir a infância”. Uma série de intervenções destinadas às crianças mais necessitadas a fim de lhes garantir casa, alimentação, instrução e afeto por parte de personalidades adultas de referência.

DEFICIÊNCIA
Para apoiar os nossos programas de reabilitação das pessoas com deficiência e de valorização do seu papel na comunidade. 80% das pessoas com deficiência vive nos países pobres. Destas, apenas 3% têm acesso aos serviços de reabilitação. 380 milhões de pessoas não recebem nenhum serviço de reabilitação. A deficiência é uma das mais graves causas de pobreza. Para a deficiência a AIFO realiza programas de reabilitação e de reinserção social fundados na Reabilitação na Base Comunitária – RBC – uma abordagem multissetorial revolucionária que valoriza o papel da comunidade na reinserção da pessoa com deficiência.

INTERCULTURA
Para construir uma cultura de justiça e de paz.
Ser-se solidário para com os pobres do mundo significa sentir-se habitante de todo o planeta, questionar-se sobre o porquê de tantas injustiças e compreender que o nosso comportamento pode contribuir para tornar o mundo melhor. Com esse intuito a AIFO promove cursos de educação intercultural para jovens e docentes. Apoia campanhas de opinião. Realiza conferências e seminários de formação para construir uma cultura de justiça e de paz.

aifo expo milão 2015

AIFO – Associazione Italiana Amici di Raoul Follereau é uma Associação popular que, desde 1961, inspirando-se no pensamento e na obra de Raoul Follereau, trabalha para combater as causas do subdesenvolvimento “contra a hanseníase e contra todas as hanseníase”. Empenhada em 14 países do mundo em projetos no domínio da saúde para a luta contra a hanseníase e para a prevenção, cura e reabilitação de pessoas com deficiência e para as crianças carentes. Formalmente reconhecida pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros pelos projetos de cooperação internacional. Colabora com a Organização Mundial de Saúde e com outras agências das Nações Unidas. Todos podem oferecer a sua colaboração à AIFO, partilhando a mensagem de Amor e solidariedade. São as centenas de membros e de voluntários que, mundialmente, permitem à AIFO realizar o seu trabalho.

AIFO INSPIRA-SE NO PENSAMENTO DE RAOUL FOLLEREAU
Artista, poeta, jornalista, escritor, nasce em Nevers em França em 1903, morre em Paris em 1977. Põe o seu talento de grande comunicador ao serviço da luta contra a hanseníase e de todas as hanseníase. Financia, através das suas conferências, centros para a cura da hanseníase em todo o mundo. Atualmente, 22 associações, inspiradas nele, continuam a apoiar intervenções sociais e sanitárias. Obriga os poderosos a ouvirem a voz dos mais fracos, lança petições populares, reúne com chefes de estado. Exorta todos a serem profissionais de justiça e de paz.

FOME DE PÃO, FOME DE DIREITOS
Todos os indivíduos têm direito a um nível de vida suficiente para garantir a saúde e o bem-estar seu e o da sua família, nomeadamente no que respeita à alimentação,[…]”
(art. 25 da Constituição Italiana)
“Há comida para todos, mas nem todos podem comer, enquanto os desperdícios, o refugo, o consumo excessivo e a utilização de alimentos para outros fins estão perante os nossos olhos.”
(João Paulo II – Conferência sobre nutrição de 1992)

KIP International School (Conhecimento, Inovação, Políticas e Práticas Territoriais para a Plataforma do Milênio das Nações Unidas) é uma organização independente sem fins lucrativos que colabora com os governos locais, regionais e nacionais, organizações internacionais, universidades, centros de pesquisa e outras organizações públicas e privadas para promover conhecimentos, inovações, políticas e práticas que sejam coerentes com os valores da Plataforma do Milênio das Nações Unidas.

aifo expo milão 2015

Agradecem-se as fotografias a Marcello Carrozzo e Salvo Lucchese.

Check Also

Deficiência luta para romper ciclo da discriminação

Desde 2005, no Brasil, 21 de Setembro também é o Dia Nacional de Luta das ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *